Um projeto que reduz as desigualdades ou perpetua a pobreza?

Um projeto que obriga as companhias aéreas a fornecer passagens gratuitas a jovens de baixa renda que já são contemplados com meia-entrada em shows w espetáculos culturais, passagens interestaduais gratuitas, entre outros, faz surgirem certas perguntas difíceis de responder ou de aceitar as respostas: Quem vai pagar a conta? Por que? Pra que? Isso vai tirar alguém da condição de pobreza? Por que alguém deixaria de ser pobre, visto que tem tantos “benefícios”?