A Lei da Colheita

Estive pensando… Talvez um de nossos desafios no caminho da preparação seja nosso distanciamento com a “Lei da Colheita”. Vivemos em um país em que se chupa uma laranja, joga-se a semente no chão e nasce uma laranjeira no meio do asfalto, quase tudo que se planta nasce o ano inteiro. Encontramos no mercado todos os tipos de fruta e vegetais o ano todo, e isso nos faz pensar que a “Lei da Colheita” não se aplica a nós.

Vamos entender a Lei da Colheita, em resumo é você colhe o que planta, isso quer dizer, se planta tem o que colher, se não planta não tem o que colher, e ainda, você deve plantar antes de colher e, eventualmente, deve esperar seu plantio amadurecer para que possa fazê-lo

Embora nosso país seja muito produtivo, quando tratamos de agricultura, a Lei da Colheita é uma lei natural, assim como a Lei da Gravidade se pararmos de plantar, vamos parar de colher. Em nossa vida pessoal e familiar se não plantarmos não vamos colher. Vamos pensar nas coisas mais óbvias, se você não for à escola, não aprenderá a ler, se não trabalhar não terá recursos para comprar o que precisa, se não preparar a comida, não terá o que comer. Tudo isso é a Lei da Colheita em ação.

Bem, este blog trata de preparação para crises e emergências e o que isso tem a ver com a Lei da Colheita?

Tudo!

Todos concordamos que em algum momento de nossa vida enfrentaremos uma crise, mais cedo ou mais tarde. Basta ver os noticiários para saber disso. Segundo a Lei da Colheita, se não plantarmos preparação, colheremos sofrimento. O que você está plantando?

Pense nestes últimos trinta dias, tudo deu certo? Não houve, nenhuma dificuldade ou crise? Não aconteceu nada inesperado? Você não ouviu falar de acidentes, doenças ou desempregos? Alguma destas coisas atingiu ou poderia ter atingido você ou sua família? Se sim, dê uma olhada no que está plantando em sua preparação.

Um outro excelente exercício é observar sua vida hoje, nestes dias. Você vive a vida que gostaria? Você é quem imaginou ser? Você tem o que queria ter? Dê agora uma olhada para as “sementes” que espalhou no caminho que já trilhou, olhe um pouco para trás e verá que está colhendo exatamente o que plantou. Pode ser que esta afirmação cause alguma dor ou desconforto, mas é a verdade e precisa ser enfrentada. Mas a boa notícia é, você pode escolher e mudar as “sementes”, se você quer mudar algo em sua vida, você tem que mudar algo em sua vida. Parece um trocadilho, mas não é, se quer colher algo diferente em seu futuro, comece agora, plantando algo diferente.

Experimente criar seu futuro. Crie sua riqueza, juntando um pouco de dinheiro a cada dia, crie seu armazenamento separando um pouco de alimento a cada dia, crie uma nova profissão ou habilidade estudando e praticando algo novo a cada dia, crie uma mente alerta, observando e tomando um pouco mais de consciência de sua vida e do que te rodeia a cada dia, esteja melhor preparado, observando os incidentes, as notícias, as catástrofes, crises e emergências dos outros e perguntando-se o que eu faria se fosse comigo? O que poderia ser feito para evitar esta situação? O que eu faria diferente?

Observe sua vida, sua história pessoal e familiar, veja tudo o que deu errado e pergunte-se como eu posso evitar que esta situação se repita? O que eu fiz de errado ou deixei de fazer para que isso acontecesse? O que fazer para corrigir a situação? Assuma o controle. Como já falamos muitas vezes, preparação é uma questão de controle. Assuma o controle e construa sua vida e sua história.

Não se surpreenda, prepare-se.

Jonathan Castellano

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.